sábado, janeiro 22, 2022
Início Economia Rebanho de suínos da China cresce em julho, primeira alta em mais...

Rebanho de suínos da China cresce em julho, primeira alta em mais de dois anos


Último resultado positivo havia sido visto em abril de 2018. Produção de carne de frango também está acelerando, indicando aumento da procura chinesa por milho e soja. Vendedor segura peça de carne suína em mercado em Handan, na China
REUTERS/Stringer
O rebanho de suínos da China avançou 13,1% em julho na comparação com o mesmo mês do ano passado, disse o ministério de Agricultura e Assuntos Rurais nesta segunda-feira (17), no que foi o primeiro aumento ano a ano desde abril de 2018.
O crescimento do rebanho de porcas foi de 20,3%, acrescentou o ministério, em meio a esforços de reconstrução das criações locais de porcos, devastadas pela epidemia de peste suína africana, que agora começam a mostrar resultados.
China e dólar estimulam produtor a vender soja que só vai ser colhida em 2022
“O aumento em comparação anual no estoques de porcos vivos indica que daqui a cinco ou seis meses o número de porcos vivos e já prontos para o abate também aumentará ante o ano passado, o que irá fundamentalmente reverter a oferta apertada no mercado”, disse o ministério em comunicado divulgado online.
O rebanho suíno chinês caiu rapidamente desde que a peste suína africana atingiu o país em 2018. Os dados do ministério mostram uma retração de 40% em setembro passado.
Mas uma série de políticas de apoio lançadas nos meses seguintes e preços recordes levaram muitos produtores rurais, particularmente produtores corporativos, a construir novas fazendas e expandir os rebanhos.
Mais de 9 mil fazendas de grande escala foram colocadas em operação desde o começo do ano, acrescentou o ministério, incluindo quase 3 mil em julho.
O ministério reiterou sua meta de recuperar a produção de porcos a um nível “quase normal” até o final do ano, com recuperação total da normalidade durante 2021.
Frangos
Além disso, produtores chineses de frango estão seguindo com agressivos planos de expansão apesar da queda na demanda devido ao coronavírus, reduzindo a dependência de importações em meio a recentes preocupações sobre a segurança de carne estrangeira.
A China, segundo maior produtor de carne de frango do mundo, deve produzir um recorde de 14,85 milhões de toneladas de carne de frango em 2020, segundo o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA). No ano anterior, a produção cresceu 18%, para 13,75 milhões de toneladas.
A significativa expansão está elevando a demanda por grãos utilizados como ração, como milho e soja, disseram operadores de mercado na China, enquanto pressiona para baixo os preços da carne de frango.
Isso também pode significar menores compras de carne de frango congelada, uma vez que a confiança dos consumidores em alimentos importados tem sofrido abalos.
China diz que detectou coronavírus em frango do Brasil; comunicado gera controvérsia
Na semana passada, a China disse que asas de frango congeladas do Brasil testaram positivo para o coronavírus.
“Atualmente, o preço está tão baixo que eu não acho que é só a demanda fraca, mas também significa que a oferta é suficiente”, disse o analista Pen Chenjun, do Rabobank.

- Advertisment -

Nordeste sustenta abastecimento de eletricidade no País

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Geração dos ventos torna-se aliada contra a crise de energia do...

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Fonte eólica ganha confiança do mercado e torna-se aliada fundamental para...

A previsão é que a eletricidade gerada pela força dos ventos alcance cerca de 20% de abastecimento da demanda no segundo semestre de 2021 São...

Energia eólica contribui para mitigar impactos da crise energética no Brasil

São Paulo, setembro de 2021 – A boa safra de ventos deste ano tem sido uma aliada importante para o Brasil enfrentar a severa crise...

Nordeste sustenta abastecimento de eletricidade no País

São Paulo, setembro de 2021 – A boa safra de ventos deste ano tem sido uma aliada importante para o Brasil enfrentar a severa crise...